FATO RELEVANTE

Fertilizantes Heringer S.A. - Em Recuperação Judicial ("Companhia") vem, em atendimento aos termos do artigo 157, §4º, da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, conforme alterada ("Lei das Sociedades por Ações"), da Instrução da CVM nº 358, de 3 de janeiro de 2002, conforme alterada, expor o quanto segue, em decorrência de matéria veiculada na data de hoje no jornal Valor Econômico, intitulada "Divergência com russos pode prejudicar plano da Heringer".

Como é de conhecimento público, os controladores da Companhia firmaram com empresa do Grupo Uralkali uma Binding Letter of Intent com o intuito de alienar o controle da Companhia para empresa de referido Grupo. Por razões alheias aos controladores e à Companhia, mas também em decorrência da postura reprovável mantida pelo Grupo Uralkali ao longo das discussões contratuais, o negócio não foi concluído conforme pretendido.

Desde então, mantendo a postura questionável adotada durante o período de negociações, o Grupo Uralkali vem atuando, judicial e extrajudicialmente, de forma retaliatória para, de maneira absolutamente injustificada, prejudicar a Companhia, seus empregados e colaboradores, acionistas, credores e o mercado em geral, com o intuito de se aproveitar da momentânea dificuldade financeira da Companhia, para, ao final, obter para si vantagem indevida, forçando a Companhia a uma possível liquidação de seus ativos por montantes irrisórios, que em nada são condizentes com o seu efetivo valor.

Sobre o teor da matéria, a Companhia vem a público informar que refuta, de forma veemente, qualquer alegação de irregularidades em suas demonstrações financeiras. A Companhia é auditada há mais de 20 anos por grandes empresas de auditoria internacionais (Big Four) sem nunca ter tido qualquer ressalva em suas demonstrações financeiras, o que lhe garante absoluta tranquilidade a respeito da veracidade, seriedade e clareza com que suas atividades vêm sendo exercidas ao longo dos seus 52 anos de existência.

A Companhia informa, ainda, que já está adotando todas as medidas cabíveis, seja no âmbito de sua recuperação judicial, seja no âmbito civil e criminal, no Brasil e na Inglaterra, contra o Grupo Uralkali e seus assessores, pelas inverdades que vêm sendo divulgadas, inclusive em clara quebra da confidencialidade assumida contratualmente, em face das informações por eles divulgadas.

Clique aqui para acessar o Fato Relevante.

Paulínia, 06 de fevereiro de 2020

Dalton Carlos Heringer
Diretor Financeiro e de Relações com Investidores
Fertilizantes Heringer S.A.